BANANAL – 180 ANOS DE EMANCIPAÇÃO.




  “Bananal.

  Estrela faceira que pontilha neste instante o azul diáfano do céu, brilhante, a refulgir seus dardos luminosos, fulgurantes, sobre um fragmento do grandioso Brasil, sobre um pedaço de terra paulista, sobre o terrão acobertado por exuberante vegetação banhado por águas puríssimas e cristalinas...

  Bananal tão querida de seus filhos, gloriosa, rica, cheia de vida e opulência no passado e que rompe o negror das nuvens, para brilhar soberba num dilema de luz, de raios cintilantes.
Pelas palmas verdejantes das altaneiras palmeiras que se erguem garbosas  enfeitando o solo da Bananal, soluça de mansinho a tépida brisa, murmurando uma prece para a Imaculada Virgem, prece essa que suavemente sobe em espirais , num ritmo harmonioso, numa súplica, para que o Rei dos reis, lá das incomensuráveis alturas, abençoe seus habitantes.

  Com certeza os vindouros, mimados pelo mesmo surto de grandeza, continuarão sem esmorecimento a obra começada.

  São recordações do passado... dos feitos de seus homens até o momento presente, deixando transparecer a cada uma das fases de sua evolução um misto de progresso, de estímulo, de abnegação e amor”

Carlos Cheminand

Nesta data especial, comemorativa pelos 180 de emancipação politico-administrativa do município, o blog aproveita para veicular texto do maior Jornalista da nossa história: Carlos Cheminand. No próximo dia 13 de julho completam-se 45 anos da morte do incomparável gênio das palavras e da perseverança, que dedicou sua vida e a pureza de seu idealismo ao Progresso de Bananal.



  
Share on Google Plus

About Ricardo Luís Reis Nogueira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

2 comentários:

  1. "...gloriosa, rica, cheia de vida e opulência no passado e que rompe o negror das nuvens, para brilhar soberba num dilema de luz, de raios cintilantes." Que esta frase dos versos de Carlos Cheminand possa ser vivenciada nos dias atuais e anos vindouros. Que Bananal possa romper o negror de nuvens traiçoeiras e novamente brilhar com progresso e agora com justiça social.

    ResponderExcluir
  2. "...gloriosa, rica, cheia de vida e opulência no passado e que rompe o negror das nuvens, para brilhar soberba num dilema de luz, de raios cintilantes." Que esta frase dos versos de Carlos Cheminand possa ser vivenciada nos dias atuais e anos vindouros. Que Bananal possa romper o negror de nuvens traiçoeiras e novamente brilhar com progresso e agora com justiça social.

    ResponderExcluir